• Marcel Oliveira

O Mundo Acabará?


O mundo jamais acabará!


Nem fisicamente falando nem espiritualmente falando.

A Terra continuará a existir e a humanidade. Apesar de uma grande transformação forçada, continuará a viver neste planeta por bem ou por mal.


A humanidade passou por várias dificuldades ao longo da história e em todas elas, por mais difícil que tenha sido, nós sobrevivemos!

mas existe um fator importante que deve ser considerado por todos nós quando o assunto é história.


Nós tínhamos lastro para fazermos nossas besteiras e recuperarmos os estragos feitos por nós mesmos seja contra a Terra ou contra a natureza, contra o clima ou contra a nós mesmos.


Hoje, não temos mais nenhum lastro e nossa corda já está esticando a um ponto em que arrebentará a qualquer momento se é que ela já não arrebentou e ainda não nos demos conta disso.


Mas mesmo assim, mesmo com tudo isso acontecendo hoje e dia, Pandemia, desastres naturais e mudanças climáticas, o mundo não acabará e a humanidade terá que escolher a partir de agora viver ou sobreviver a tudo o que nós mesmos fizemos questão de fazer e que destruiu quase tudo ao nosso redor.


Como Umbandistas que somos, devemos começar a pensar em como fazer para fazermos a nossa parte e não nos juntar aos que ainda não despertaram para o fato de que ou mudamos ou sofreremos mais e mais as consequências de nossa irresponsabilidade.


É isso querida pessoa, faça a sua parte mesmo que lhe dê a impressão de que você está sozinha nesta jornada de vida menos poluente e mais agregada à natureza em todos os sentidos.


Sei que é duro e que muitas vezes até te ridicularizam por conta disso, mas acredite, valerá muito a pena e suas forças espirituais, mágicas e energéticas fluirão a cada dia com muito mais poder dentro de seu ser por conta deste reequilíbrio proposto e executado por você.


Siga em frente!

Um forte Abraço,

Marcel Oliveira.




76 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A tal da Saudade...

Vovô Bento de Aruanda Por Otavio Vicario Muraca Muito de “ocês” já sentiram saudade uma vez na vida. E quero, se assim for de seu interesse, falar um pouco desse sentimento que é odiado por muitos e