• White Facebook Icon
  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon
  • Google Play ícone social
  • Marcel Oliveira

Exu e o Preconceito


Escultura: Ugly little dude. by BOULARIS on DeviantArt


Exu andava por aí, sem muita direção e com todas as direções ao mesmo tempo.


Ele é o paradoxo em si mesmo e por isso andava cantando, rezando e conversando tudo de uma só vez!


Em dado momento, Exu se deparou com uma criatura que nunca havia visto antes e isso era coisa que realmente nem Exu esperava, porque se tem uma coisa que Exu conhece é a criação inteirinha de Deus.


Exu ficou curioso e ao mesmo tempo já estava passando por aquela coisa pois como o paradoxo é uma das coisas mais presentes em Exu, ele mesmo já tinha matado sua curiosidade embora ainda permanecesse muito curioso acerca daquela visão.


Quando Exu passava por aquela criatura esquisita, sem forma definida e de energia e cheiro muito ruim, esta criatura estranha e escura gritou com Exu dizendo:

Sai daqui coisa maligna!

Sai Satanás!

Você é o tinhoso e aqui não pisará mais!

Exu olhou para a criatura sem entender muito o que ela quis dizer mas já entendendo tudo e olhou para seus próprios pés como quem dizendo com a sua atitude "ué, mas aqui não tem dono" e após olhar para seus pés, olhou para a criatura sorrindo e ao mesmo tempo sério e fez três perguntas para ela:

Quem é você?

De onde você vêm?

Para onde você está indo?

A criatura, abalada com tantas perguntas e mais irada ainda respondeu de prontidão:

Eu sou filha de um Deus vivo e não admito que alguém como você possa me perguntar nada pois você é o Pai da Mentira!

Exu Olhou agora firmemente para os olhos da criatura e falou:

Eu sou o Pai da mentira?

Quem seria a Mãe então?

A criatura indignada com a pergunta que Exu fez a ela respondeu:

Como assim demônio quem é a Mãe?

E agora a mentira tem Mãe é Pai da mentira!

Exu respondeu:

Ué... se eu sou o Pai da mentira, cadê a Mãe dela e mais ainda, cadê minha filha mentira?


Você não sabe o que diz e nem se deu conta de que não conseguiu responder as minhas duas perguntas principais.


Sabe por que você não consegue responder?


Porque você é uma criatura perdida, sem origem e sem destino.

Você é um lixo que a humanidade criou por ignorância e imaturidade quando não compreende algo diferente de seus mundos individuais.

Você não é nada a não ser poeira fétida que ainda permanece nesta Terra enquanto alguns humanos alimentarem você com a preguiça de buscar conhecimento e com o desejo de estarem sempre corretos custe o que custar para que seus egos possam sempre permanecerem inflados e lustrados pelo óleo da ignorância.


Você é o preconceito e não perderei mais tempo com você, sabe por quê?


E neste momento, aquela criatura que antes estava irada e agora já estava desaparecendo por ter sido desmascarada fez a sua última pergunta antes de desaparecer:

Por quê?

E Exu respondeu sorrindo:

Porque você não existe de fato e vive pela boca e mente de humanos que necessitam crescer e amadurecer para enxergarem o quão ridículos ficam ao berrarem por aí contra tudo o que se apresentar diferentes de suas cabecinhas ocas e imaturas.

Elas cedo ou tarde aprenderão pela dor ou por amor e eu, eu estarei aqui, andando pelos bosques e encruzilhadas do Criadxr e verei o dia em que a humanidade não saberá mais quem é você, criaturinha sem sentido e sem razão de existir.

Marcel Oliveira.


0 visualização
Tarot on line com logo.png
Banner quadrado Tarot.png

Junte-se a Nós e ajude nossos Projetos fazendo uma doação

Umbanda Grátis

Umbanda Grátis está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional. Baseado no trabalho disponível em www.umbandagratis.com.br. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença no site.

Email: umbandagratis@gmail.com

Phone: 55 21 998549390

Proprietário: Diego Domett

Deixe seu E-mail para ser Notificado de novos Posts e Cursos

Se Inscreva em nosso canal do Youtube

© 2020 Creative Cummons 4.0 - Todos os direitos reservados a Umbanda Grátis |  Termos de Uso  |   Políticas de Privacidade