Conselho de Vó Benedita...


Acordei com uma angústia no coração, em lembrar que é dia das almas. Dia dos amados pretos-velhos.

A angústia por não poder estar fazendo parte disso no terreiro, com eles em terra e sentindo a energia correndo pelo nosso corpo. Ô meus pretos-velhos, vocês fazem tanta falta.

A saudade irá ser aliviada apenas com a conexão que iremos fazer pelo nosso coração. A conversa é tão bem acolhida, que quase não queremos sair do colo do vovô e vovó.

Só tenho a dizer, gratidão. Pelas palavras empenhadas com amor, que eles nos trazem a cada dizer.

Muitas vezes eu me senti triste, e quem me deu sua palavra foi uma amada preta-velha.

Muitas vezes eu me senti sem rumo, foi ela quem não me deixou desistir de seguir.

Muitas vezes eu me senti sem forças e desacreditada em mim mesma, foi ela que disse que não podia deixar de acender minhas velas.

Eu me senti sozinha, quando eu menos esperei e percebi que não estava. .

.

.

Texto: @guardioes_do_axe | Foto: @barbaraantoniofotografias

100 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo