• Marcel Oliveira

As Máscaras






Quantas máscaras vamos colocar em nossas vidas para nos adaptarmos as dores que sofremos em nossa caminhada no passado, no presente ou até mesmo no futuro?

Quantas rejeições carregaremos em nossa alma que sangra dia a dia de terror e medo por mais rejeições que possam vir?

Quanto tempo viveremos escondidos, encolhidos e com medo de errar, viver, perder, chorar?

Quanto tempo falta para sermos felizes em nossas vidas?

Tudo passa e isso é um fato!

Tudo se nasce, cresce e morre isso também é um outro fato!

Então por que tornar eterno as dores em nossas vidas?

Por que carregar o fardo de traumas do passado se já passaram?

Por que continuar na dor se um dia tudo passará, até mesmo nós nesta curta existência?

Responda essas perguntas com honestidade e verá o quanto tempo perdemos com o que se passou, com o que já superamos, mas fazemos questão de carregarmos dentro de nós com um certo masoquismo e vitimismo.

Vamos em frente!

Vamos caminhar!

Vamos viver o agora!

Basta de escolhermos para nós sempre o maldito o sofrimento, porque se você quiser, o agora lhe dá a oportunidade de recomeçarmos do zero e buscarmos a nossa felicidade merecida!

Vida! Vida! Vida!

Vitória! Vitória! Vitória!

Luz! Luz! Luz!



158 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A tal da Saudade...

Vovô Bento de Aruanda Por Otavio Vicario Muraca Muito de “ocês” já sentiram saudade uma vez na vida. E quero, se assim for de seu interesse, falar um pouco desse sentimento que é odiado por muitos e