• samuel3406

Agressão x Espiritualidade

Poderíamos passar horas colhendo dados técnicos sobre agressão dentro e fora do terreiro.

Mas, hoje em específico, quero falar sobre agressão no lar.

Muitos são os casos que chegam nos terreiro de umbanda, na esperança de uma reconciliação, de uma mudança ou até mesmo um milagre, para que cesse a agressão no lar.

Agressão, verbal, agressão física e psicológica entre outros meios de se ferir ou prejudicar um indivíduo.

Quando de fala em agressão psicológica, ainda há muitos questionamentos em torno desta questão, as pessoas dizem que isso é frescura, que para resolver é fácil, que é só ir na polícia.

Muitas vezes, a pessoa agredida não tem trabalho, família e nem para onde ir.

Muitas vezes essa pessoa suporta, na esperança de que uma hora tudo se ajeite, e a verdade é que ninguém é especialista em compreender ou adivinhar a crueldade dos outros.

Esses casos chegam até às "mãos dos guias espirituais" que aconselham, ajudam e quando de acordo com o que Deus permite, até mudam totalmente o cenário de agressão.

Mas, existe um fator chamado: Livre arbítrio.

Nele, estão nossas escolhas pessoais e por muitas vezes o agredido se acostumar com as agressões, quando elas voltam a acontecer, ele volta a aceitar e isso perdura por longos períodos de sofrimento e dor.

O sofrimento é opcional e neste caso ele infelizmente é a opção e muitas vezes leva a morte da matéria e a involução do espírito.

Na vida real, bem sabemos que nem todas as história são contos de fadas.

Muita gente boa já foi embora, muita gente ruim ficou para cumprir o seu papel e no geral a questão livre arbítrio horas ajuda e horas dá à um indivíduo o direito de sofrer até a morte.

Quero saber a sua opinião, curta 👍, compartilhe com seus amigos nas redes sociais e whatsapp.

#Axé #umbandagratis #samuelcorreiah

170 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Tarot on line com logo.png
Banner quadrado Tarot.png

Junte-se a Nós e ajude nossos Projetos fazendo uma doação